Observatório vai orientar mercado para capacitação profissional


A Prefeitura de São José dos Campos, por meio da Secretaria de Inovação e Desenvolvimento Econômico, realizou nesta segunda-feira (5) a apresentação do projeto Observatório do Mercado de Trabalho e Formação Profissional. 

O evento ocorreu no auditório da Faap (Fundação Armando Álvares Penteado), e contou com a presença de representantes da Prefeitura, do comércio, indústria, instituições de ensino, empresas de recursos humanos e de setores de serviços.

A apresentação teve como objetivo compartilhar com o segmento privado esse projeto municipal que visa fomentar o mercado de trabalho com profissionais qualificados para as respectivas demandas.

Banco de dados

O Observatório funcionará como uma espécie de banco de dados dinâmico com relação às demandas de emprego na cidade, seja para o provimento de cargos como para a capacitação de mão de obra.

Outra atribuição do Observatório será a de obter avaliações mais conclusivas dos dados mensalmente oferecidos pelo Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), juntamente com informações de outras instituições oficiais para o mapeamento das reais necessidades do município no campo do trabalho.

A Prefeitura será um dos integrantes do Observatório. De sua parte já tem implementado programas de apoio à empregabilidade e geração de renda, tais como: cursos gratuitos como o Programa Qualifica São José, Quero Serviços, Feira de Trabalho e Empreendedorismo, Banco de Currículos e Banco do Povo Paulista.

Supertec

Os empresários presentes ao evento também obtiveram uma boa notícia por parte do Cephas (Centro de Educação Profissional Professor Hélio Augusto de Souza), instituição de ensino gratuito, vinculada à Prefeitura. Eles foram devidamente orientados por técnicos do Cephas a utilizarem os inúmeros cursos gratuitos para capacitação de seus empregados, que são oferecidos às empresas por meio da plataforma Supertec, do Midc (Ministério da Indústria e Comércio). No entanto, as empresas que desejarem usufruir desses recursos, a custo zero, precisam recorrer ao sistema Supertec.

Francis Rangel, gerente regional de uma empresa de recursos humanos, considerou muito importante o lançamento do Observatório do Mercado de Trabalho e Formação Profissional para interação de todos setores envolvidos. Isto, segundo ela, além da possibilidade da obtenção de cursos gratuitos para capacitação por meio do Supertec. “Temos às vezes carência de mão de obra capacitada e não sabemos a quem recorrer para suprir essas necessidades.”

Mais informações

Observatório do Mercado de Trabalho e Formação Profissional

(12) 3923-5770

Supertec

www.supertec.gov.br/mdic



Fonte: Comunicação Fundhas
 
[Voltar]   [Índice de Notícias]